A importância da rotina e frequência da atividade física

atividade física

atividade físicaTodos sabemos que treinar é importante para melhorar o nosso bem-estar geral mas qual a importância da rotina e frequência do treino em si?

SEGUNDO A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE, A DEFINIÇÃO DE SAÚDE COMPORTA UM BEM-ESTAR FÍSICO MENTAL E SOCIAL, BEM COMO UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL E ATIVO.

POR ISSO, UM TREINO QUE FAÇA PARTE DA SUA ROTINA E REALIZADO COM ALGUMA FREQUÊNCIA TORNA-SE ESSENCIAL PARA ALCANÇAR ESSE BEM-ESTAR.

A atividade física é determinante quando adotamos certos hábitos considerados saudáveis.

Pelo contrário, a inatividade física e os baixos níveis de aptidão contribuem para a morbilidade e mortalidade precoce.

Ter o hábito de praticar algum tipo de exercício físico pode ter vantagens como:

  • Facilitar o controle do peso corporal;
  • Melhorar a mobilidade, controle da pressão arterial;
  • Aumentar a resistência física e força muscular;
  • Melhora do perfil lipídico;
  • Aumentar a resistência à insulina;
  • Controlar a densidade óssea;
  • Manifestações positivas em termos de autoestima, diminuição de estados de depressão e fomentação das relações sociais;
  • Melhoria da função sexual;
  • Alívio do estresse, aumentando, consequentemente, o bem-estar e promovendo a autonomia.

A Organização Mundial de Saúde recomenda para a população geral, a realização de atividade física, pelo menos 2 a 3 vezes por semana, 30 a 45 minutos.

Sendo que a consistência dessa atividade também se torna essencial.

É melhor treinar 2ª feira e 5ª feira do que 2ª feira e 3ª feira, de modo a ter um treino mais equilibrado.

 

As vantagens da atividade física são inúmeras, contudo estas só ocorrem quando a prática da atividade acontece de uma forma regular e frequente.

Porquê?

Antes de mais nada, é importante definir o conceito de homeostase:

de um modo simplicista pode-se afirmar que homeostase é o estado de equilíbrio do organismo.

Em relação aos benefícios do treino é necessário perceber que os exercícios devem promover um estimulo suficientemente forte para provocar alterações na homeostase do organismo.

O nosso organismo trabalha através de estímulos que desencadeiam dois tipos de reação:

resposta (algo que acontece de imediato, como por exemplo o aumento da frequência cardíaca quando se começa a correr) e adaptação (algo que acontece a médio e longo prazo, como por exemplo a diminuição da massa gorda – como consequência do acúmulo de treinos ).

As adaptações são alterações que surgem lentamente através do treino repetido (e que nos levam a ficar mais aptos e mais saudáveis) e só ocorrem quando os treinos são executados com a intensidade e duração suficiente.

Agora que já entendemos como o nosso organismo reage ao exercício é importante perceber que é necessário haver uma continuidade.

Para que haja adaptação, os exercícios de treino devem ser aplicados de forma espaçada e com regularidade suficiente para contribuir para o desenvolvimento fisiológico.

Se o nosso estímulo não for contínuo não ocorrem adaptações.

É também importante perceber que, cessando a regularidade com que pratica exercício físico, os progressos que foram feitos ao longo do processo, desaparecem.

Como qualquer coisa na vida, a prática regular de exercício físico é algo que “só custa ao começar”.

Depois de adotar um estilo de vida mais saudável perceberá que os benefícios compensam todo e qualquer esforço. Viva mais, viva melhor.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *